Itamaraty lança programa de visto de visita por meio eletrônico – e-visa

visa stamp

O Itamaraty inaugurou no dia 21 de novembro o e-visa para cidadãos da Austrália, Canadá, EUA e Japão. Os consulados brasileiros nesses 4 países foram responsáveis, em 2016, por 63,74% da demanda mundial por vistos de turismo e 58,15% da demanda por vistos de negócios para o Brasil.

A iniciativa torna o processo mais rápido e aumenta a eficiência na prestação dos serviços consulares. O solicitante estrangeiro poderá requerer o e-visa e obtê-lo de forma remota.

O portador do e-visa deverá apresentar à companhia aérea cópia impressa ou imagem digitalizada do visto eletrônico para poder embarcar para o Brasil.

O e-visa custará USD 40, terá uma validade máxima de 2 anos e não exclui a possibilidade de o interessado solicitar o visto tradicional.

As datas previstas para a entrada em funcionamento do visto eletrônico são as seguintes: 21 de novembro de 2017, para nacionais australianos; 11 de janeiro de 2018, para nacionais japoneses; 18 de janeiro de 2018, para canadenses, e 25 de janeiro de 2018, para cidadãos norte-americanos.

FONTE: Itamaraty

Anúncios

Nova lei de migração entra em vigor

imigrantes

Nesta terça-feira dia 21/11/2017, entra em vigor a nova Lei de migração sancionada por Michel Temer em maio deste ano.

A lei tem uma série de vantagens aos estrangeiros que venham trabalhar, morar ou pedir refúgio no Brasil tais como direito à educação, justiça e moradia, acesso igualitário e livre a serviços, programas e benefícios sociais.

Com esta nova lei, os migrantes tem praticamente os mesmos direitos que os brasileiros, e devem contar com políticas públicas específicas que lhes garanta inclusão social, laboral e produtiva.

A lei ainda não foi regulamentada, e os projetos e políticas que vão servir para garantir a inclusão de imigrantes não foram apresentados, mas o texto deixa claro que esta é uma chance para o “desenvolvimento econômico, turístico, social, cultural, esportivo, científico e tecnológico do Brasil”.

O desafio de receber imigrantes tem crescido no mundo, e o Brasil, a partir desta terça, parece ter decidido parar de enfrentar e focar no acolhimento.

Fonte: https://exame.abril.com.br/brasil/nova-lei-de-migracao-entra-em-vigor-com-foco-em-inclusao/

8 tendências de viagem para 2018

post booking.jpg

O site booking.com juntou informações de mais de 128 milhões de avaliações reais com uma pesquisa com 19 mil viajantes de 26 países para revelar as maiores tendências de viagem para 2018:

  1. Os viajantes analisarão a situação econômica antes de viajar. 68% dos brasileiros irão levar em consideração a taxa de câmbio ao planejar as viagens do ano.
  2. Os aluguéis de temporada serão bem populares em 2018, 1 em cada 3 brasileiros preferem ficar em um aluguel por temporada do que em um hotel.
  3. A tecnologia ficará ainda mais evidente em 2018, com os viajantes buscando uma forma melhor de entender seu destino antes de fazer a reserva.
  4. Parece que 2018 será o ano de realizar as viagens dos sonhos. 67% dos viajantes brasileiros tem ambiciosos planos de viagem em mente, e a grande maioria deles, 91%, irão focar em conhecer algum destino dos sonhos.
  5. Em 2018, quase metade dos viajantes brasileiros (42%), irão considerar alguma viagem que fizeram durante a infância.
  6. Blogs e youtubers serão fonte de idéias para 49% dos viajantes. Locações de séries e clipes ganharão mais de 38% dos brasileiros. Além disso, 1/3 dos turistas brasileiros, ficarão tentados a viajar para um grande eventos esportivo.
  7. 70% dos entrevistados acreditam que sair de férias é um momento para refletir e tomar decisões sobre seu estilo de vida. Em 2018, quase o dobro das pessoas pretendem fazer uma viagem relacionada à saúde e tranquilidade (13% em 2017 e 21% em 2018).
  8. Quando perguntados quem seriam os seus companheiros de viagem, o segmento com maior aumento em relação a 2017 foi viajar com grupo de amigos, que passou de 19% para 26% dos brasileiros.

Seja qual for a sua tendência, conte com a ajuda da Costagille!

Fonte: Turismo – iG @ http://turismo.ig.com.br/2017-11-14/tendencias-viagem-2018.html